Nossa História

PRINCIPAIS FATOS HISTÓRICOS

2017

17 estudantes da Barão foram selecionados para bolsas de estudo na Alemanha, número inédito entre as escolas PASCH no Brasil.

2017

A Barão foi reconhecida pelo Conselho Estadual de Educação como a primeira escola bilíngue autorizada de Santa Catarina.

2016

A Barão iniciou as atividades Unidade Jardim Blumenau, atendendo a partir do Berçário (4 meses). O local possui uma estrutura completa para atender até 120 crianças em ambientes lúdicos de aprendizagem e interação.

2016

Em 2016 foram abertas as duas primeiras turmas do Projeto Barão Bilíngue. Na unidade centro, uma turma de 1° ano e na Unidade Victor Konder, de Infantil V.

2014

O Barão Idiomas passou a atuar como uma escola de idiomas, aberta para toda a comunidade. A aplicação dos testes Toefl também passou a ser realizada como uma atividade curricular, preparando os estudantes para vivências no exterior.
A escola lança o LIPI (Livro de Projetos Integrados). Um material criado por professores da Barão com atividades que envolvem projetos de leitura, educação financeira, Projeto Valores e Robótica.

2013

Em 2013 a Barão completa 60 anos. Uma escola de tradição, porém conectada às novas tecnologias, buscando aprimorar o processo de ensino e aprendizado.

2012

Com uma ótima estrutura para dar o suporte ao trabalho pedagógico, a Escola Barão atua na construção do processo educativo, amparada nos valores humanos, na diversidade dos saberes e na força da parceria entre família e escola.

2010

Criação do Curso Livre Barão Arte e Cultura, com o objetivo de promover e ampliar o repertório cultural e o desenvolvimento da sensibilidade estética e da produção cultural através da música, dança, teatro e das artes visuais.

2005

Criação do Curso Livre Barão Idiomas, com cursos de Alemão, Inglês e Espanhol, abertos aos estudantes e à comunidade.

2004

Criação do Barão Período Integral.

1999

A marca “Escola Barão do rio Branco” passa a ser o nome oficial utilizado até os dias atuais.

1995

A escola é destaque no esporte, com o aluno e jogador de vôlei Anderson, eleito o melhor jogador do mundo e atleta com o melhor saque.
O Espanhol é introduzido no currículo do Ensino Médio (então 2º grau), os cursos de informática e inglês na pré-escola e a disciplina de filosofia nas turmas de 5ª e 6ª séries.

1993

Comemoração dos 40 anos da Barão com a apresentação do “Poema Lírico-Fotográfico de Blumenau”, do poeta Lindolf Bell.

1991

Inauguração de dois grandes projetos: o Ginásio de Esportes e a passarela sobre a rua Nereu Ramos.

1984

Incorporação de duas novidades à área pedagógica: as aulas de alemão e o centro de informática.

1981

Implantada a associação de pais e professores da Barão do Rio Branco. Criação do centro de estudos de Oratória.

1979

Surge o “Barão em notícias”, que substituiu “O Barãozinho”, extinto no ano anterior.

1976

Com o início do Ensino Médio, a escola ganha um novo nome: Escola de 1º e 2º grau Barão do Rio Branco.

1974

A instituição passa a se chamar Escola Básica Barão do Rio Branco. É apresentada a bandeira da Escola, destacando os símbolos da escola e a mensagem contida neles. A cruz representa a fé como um presente de Deus, recebido por meio do batismo como uma semente feita para produzir a planta e consequentemente o fruto. A âncora é o símbolo da coragem, da esperança e da força, evidenciando a mensagem do não conformismo e ensinando a necessidade de luta por meio do trabalho e do ânimo constante. O coração é o símbolo do amor verdadeiro e necessário à alegria de viver e crescer.

1973

Prestes a completar 20 anos, a escola apresenta o seu uniforme escolar e começa a implantação, gradativa, do 1º grau completo.

1965

A conclusão da rua Nereu Ramos divide em dois o espaço da pré-escola.

1963

Implantação do primeiro jornal da escola, “O Barãozinho”, produzido pelos alunos.

1960

A ampliação do espaço físico caminha com o crescimento da instituição.

1953

Fundação da escola, no dia 04 de março, com apenas 16 alunos.